Browser doesn't support javascript
image
image
play-icon

Marriage Story

2019 . Drama . 2h 17m

image 7.9

1,036 total

image7.9

271K total

Click to watch

About the movie

image7.9/10 image 94/100

A stage director and an actress struggle through a grueling, coast-to-coast divorce that pushes them to their personal extremes.

Actors:

Adam Driver, Scarlett Johansson, Laura Dern, Alan Alda, Ray Liotta

Director:

Noah Baumbach

Rated:

R

Writer:

Noah Baumbach

Language:

English

Release:

28 Sep 2019

Similar movies you haven’t seen

post
post
post
post
post
post

Reviews

image

George Hague image

2 months ago

image8

Enjoyed watching this film. Almost made me cry at some parts. Amazing dialogue throughout and it makes it seem more realistic and less of a movie but instead more of you watching an actual couple getting a divorce. Plot was easy to follow and i never got lost. Overall, 8.5/10

image

Carlos Eron Junior

3 months ago

image

História de Um Casamento (Marriage Story) é um filme estadunidense de drama, estrelado por Scarlett Johansson (Avengers; Lucy) e Adam Driver (Star Wars: Episode VII - The Force Awakens; BlacKkKlansman), lançado em 2019, entrando para a lista das películas que não passaram amplamente pelas salas de cinema, sendo sua distribuição realizada pela plataforma de streaming Netflix. Escrito, dirigido e produzido por Noah Baumbach, o filme conta a história do divórcio entre o ator e diretor de teatro Charlie Barber (Driver) e a atriz Nicole Barber (Johansson), que assistem suas vidas darem uma reviravolta devido às implicações de sua separação, que afeta não somente a vida de seu filho de 8 anos de idade, mas também a vida de seus familiares e sua própria forma de se enxergar e enxergar o mundo. A trama começa com o que parece ser uma declaração realista de amor, sem idealismos exagerados, com cada um dos dois personagens descrevendo com certa sinceridade o que veem de marcante um no outro, suas características pessoais, habilidades, defeitos, manias, etc. O primeiro “choque” do roteiro é descobrir que, na verdade, se trata de um texto escrito como parte de uma dinâmica da terapia de casal que ambos frequentam. O espectador é tirado da mais costumeira abertura de roteiro das comédias românticas hollywoodianas num ponto totalmente inverso e desconfortável, que o acompanha por boa parte do filme. Esse clima, apesar de desconfortável, é justamente o que tende a prender o público à tela, por conseguir imprimir com relativa fidelidade a parte sem glamour e sem cacoetes que envolve um processo de divórcio e suas consequências. De saída, é possível perceber que não há propriamente um vilão e um mocinho, não há a construção do problema da relação em apenas um dos personagens, cabendo justamente ao próprio espectador avaliar o peso das atitudes e das decisões que cada um toma. Esse artifício é sempre válido, porque abre para maiores interpretações e visões diferentes, e de maneira metalinguística demonstra como situações dessa natureza são, diversas vezes, extremamente complexas e cheias de nuances. Mesmo assim, é válido destacar como um pode ter tendências narcisistas e outro certas inseguranças. De fato, a relação se desgasta pela falta de atenção e pela incompatibilidade entre as aspirações e sonhos dos dois. Longe de cometer o erro de se aprofundar muito nos detalhes jurídicos, o roteirista pincelou de maneira concisa onde cabia, para assim despertar certa curiosidade em quem assiste. A presença dos advogados como personagens ativos dá a tônica da importância que esses profissionais assumem em alguns casos de separação, se tornando, por vezes, peças chaves para o desenrolar de um processo. A cena em que Charlie recebe uma ligação da advogada contratada por sua esposa, Nora Fanshaw (Laura Dern), e o adverte dos prazos para responder à ação, para quem estuda direito, é até caricata. Igualmente caricata é a cena onde Charlie visita o primeiro advogado, Jay Marotta (Ray Liotta) que a contragosto traça diversas estratégias de “combate” de como lidar no processo, com os bens e o dinheiro, e especialmente com a guarda de seu filho. É interessante notar como o fato de Nicole ter se mudado para Los Angeles pode complicar a definição da guarda compartilhada para Charlie, já que seu trabalho se concentra em Nova York, com sua companhia de teatro recém aceita na Broadway. Por esse motivo, Charlie empreende esforços de se manter próximo do filho o máximo de tempo que conseguir, como forma de ganhar credibilidade e não ganhar a pecha de negligente, na tentativa de não levar a pior. O que nos leva à presença do garoto, Henry Barber (Azhy Robertson), que fica no meio da disputa entre os pais, sem compreender completamente as motivações e as consequências de tudo aquilo. Sua vida se altera de maneira repentina quando sua mãe o leva para Los Angeles, para a casa dos avós, mas ele se adapta rapidamente à nova realidade, faz novos amigos e entra para uma outra escola. Em situações como esta, as crianças tanto podem apresentar uma resiliência como podem absorver de maneira muito negativa a presença da mãe na ausência do pai, e vice-versa, a alteração da rotina, a animosidade da separação. Por vezes, o filho pode virar o objeto central da disputa, até mesmo mais do que bens materiais no processo de partilha do divórcio. Nota-se que Charlie fala desse assunto algumas ocasiões, como se isso não o preocupasse diretamente, já que ele e Nicole haviam combinado de maneira amigável a separação desses bens. A impressão que fica é que a atuação dos advogados veio para bagunçar uma suposta paz estabelecida entre os cônjuges para gerar menos danos, quando na verdade a instabilidade prova que não é bem assim que as coisas são. Fato é que tanto um como o outro fazem o máximo para preservar o filho de toda a exposição. A relação com a família também é um tópico explorado. Há um ditado popular que diz: “quando você se casa com seu noivo, também se casa com a família dele”, e Charlie parece se dar bem com sua cunhada e sua sogra, o que pode incomodar um pouco Nicole no início do processo. A riqueza do filme também se revela no desenvolvimento do sentimento cultivado entre os dois, que sai da paixão fulminante da juventude, passando por um amor mais realista e cotidiano, entrando na fase mais conturbada com discussões, com destaque para a cena de uma briga acalorada entre os dois (que caiu rapidamente nas graças do público com direito a virar meme na internet) e culminando numa espécie de amizade sincera depois que a tempestade passa, esta última simbolizada por uma das cenas finais onde Nicole ajeita o cadarço desamarrado do sapato de Charlie, demonstrando uma certa preocupação e cuidado, e que um ainda se importa de verdade com o outro. A profundidade do roteiro em relação aos aspectos que dizem respeito ao divórcio fez com que as pessoas se perguntassem se a ideia do filme surgira de um evento pessoal, e se seria autobiográfico, já que o diretor passara por um episódio semelhante, mas ele mesmo afirma que não. Segundo Noah Baumbach, a construção se deu através de sua pesquisa com advogados, mediadores, psicólogos, que são profissionais que lidam diariamente com isso, além de se inspirar em histórias vividas por pessoas próximas a ele, e de histórias vividas pelos próprios atores protagonistas, Adam e Scarlett. Sucesso de crítica e de público, História de Um Casamento rendeu 4 prêmios de atriz coadjuvante a Laura Dern e é um bom exemplo do que há de comum nos relacionamentos que se desgastam, dando um retrato que, se não idêntico, é muito similar e muito próximo da realidade.

image

The Queen of Movies

3 months ago

image5

I get the rave reviews but definitely not my type of movie, watched it for 15 min, got bored switched off, so Im not a good judge on this one

image

Jack Tatryan

3 months ago

image7

While I appreciate the acting. I wasn’t crazy about either character/story. Probably very touching for anyone who has gone through a divorce. Relationships are hard. They harder when: you don’t communicate, don’t realize you’re hurting your partner and yeah.

image

Kathryn Blickenstaff

7 months ago

image8

Adam Driver is a sometimes underrated actor. This was a hard movie to watch because of the rawness of reality it shows.

GG

Giang Giảo

11 months ago

image10

I love it. It leaves me ponder hard after watching it. For a second I totally lost hope in marriage. A life where you can't be your true potential self and always struggle to hold on to commitment. And just minutes after I admire the love they have for each other. We break up but it doesn't mean nothing was there. Love was there and will stay even after a divorce. Because marriage not only teaches us who we want to be, but also who we have become.

image

Audrey Cartwright

1 year ago

image7

The musical score is beautiful and the portrayal of a love story through the ending of one is brilliant

image

Elliot C image

1 year ago

image7

Well acted, scripted, and directed. But absolutely gut-wrenching and gave me serious anxiety. I would not recommend watching this with a partner. Or after a break up. Or, really, at any time when you’re hoping to be happy.

image

Esther Straarup Wright

1 year ago

image8

So good. Great acting and you feel all the feels. I have become such an Adam Driver fan after this movie.

image

Nicholas Kawamura

1 year ago

image8

En moderne Kramer vs. Kramer. Virkelig sjov til trods for et tungt emne og med superstærke præstationer. Især brillerer Adam Driver med helt eminent spil. Scarlet er ikke nær så imponerende. Filmen fremstår til tider teatralsk i sit udtryk. Det er klart en af styrkerne ved den, men det har især hun svært ved at løfte. Klart en af de bedste Netflix Originals jeg har set.

image

Divijah Rajendra

1 year ago

image10

I mean, come on! Such a great movie. Love Adam Driver, now LOVE Scarlett Johansson. Cried and laughed, definitely a must-see!! 🕴🔪🖤

SG

SreeHarsha Gumma Shivaprakash

4 months ago

image10

Such an amazing movie and beautiful acting and screenplay … Loved it

image

Maddie

5 months ago

image9

Incredible Incredible cinematography, amazing director, overall made sooo well. Plot was sad though

image

Amber Avent

5 months ago

image4

will never rewatch. also scarlet johansson and adam driver? interesting couple

image

Caroline Hill image

9 months ago

image5

Couldn't even finish it.. heard lot of hype and like the actors but not for me

crosss

Download our app and

discover great

  • movie
  • TV show
  • book
  • podcast
  • food & drink
  • movie
  • TV show
  • book
  • podcast
  • food & drink
  • movie
  • TV show
  • book
  • podcast
  • food & drink
  • movie
  • TV show
  • book
  • podcast
  • food & drink
  • movie
  • TV show
  • book
  • podcast
  • food & drink

recommendations

r